Re: ArchiCAD 13 - poucas novidades, mas uma GRANDE INOVAÇÃO

ruivenda
ruivenda
edited January 1970 in Softwares
on 1252669420:
<br />Essas "desculpas" da net ser mais rápida e fiável e que só agora precisamos, não posso concordar com isso, pois a internet pode nem ser necessária; podemos pensar dentro de um gabinete...<br /><br />Relativamente ao peso dos ficheiros, só mesmo se o Revit mudar a política de gestão das bibliotecas... que na minha leitura só tornando-as coo o AC, ou seja, estarem não importadas no projecto mas sim relacionadas, necessitando o envio das mesmas (tipo e-transmite do autocad).<br />
<br /><br />Não são desculpas... Ainda há poucos anos atrás eram poucas as pessoas que tinham uma rede em casa. Hoje a tendência inverteu-se. As redes ainda há não muito tempo eram de 10mb agora já podem ser Gigabit. As coisas mudam, as realidades mudam e as necessidades também evoluiem... É apenas uma justificação para o atraso de chegar esta tecnologia. Além claro do peso dos ficheiros e o equivalente tempo de actualização dos ficheiros centralizados.<br /><br />Relativamente ao revit, aqui tens razão. Só uma mudança profunda na gestão das bibliotecas poderá fazer com que a fasquia que agora foi alcançada com o TW2 poderá ser alcançada. Além disso é preciso que as bibliotecas deixem de ter um peso tão grande no projecto.<br /><br />Ainda assim é bom ver que o Archicad ainda dá cartas em algumas matérias o que obriga a que a concorrência não adormeça e faça as coisas acontecer...

Comments

  • DEF
    DEF
    Terminou mesmo agora o webinar sobre o AC13, apresentado pelo Kurt Ameringer... (para quem não sabe, é o responsável pelo AC penso que na Europa)<br /><br />Tudo o que é novidade é bom mesmo por ser novidade. Como o Rui disse, as novidades são poucas mas o TW2 vem concerteza revolucionar o BIM... e acho que isso tem que ser dito. Autodesk, olhem para isto a sério e de forma muito crítica.<br /><br />Mas tenho que tirar o chapéu ao TW2!! Quem viu a versão anterior (eu vi a funcionar) facilmente se esquece dele, pois isto revoluciona tudo!<br />Confesso que tudo o que sinto falta nos worksets do Revit vejo bem explícito no TW2 e de uma forma tão fácil e simples de trabalhar... o que me deixa muito satisfeito saber que estas ferramentas com estas potencialidades no BIM já são possíveis! Afinal, complicar para quê? :)<br /><br />Mas... ainda não é por estas que deixo o meu Revit... Seja como for, acho que a Autodesk tem que apostar mais nos Worksets pois é uma área fulcral de trabalho nos gabinetes de projecto.<br /><br /><br /><br />Passo então a citar o que me agradou na íntegra, pensando no que temos actualmente nos worksets do Revit (estes em relação ao TW1 considero muito superior; mas mudei de opinião):<br /><br />1. ver os objectos disponíveis ou não (com a respectiva cor associada aos utilizadores - Colored workspaces);<br /><br />2. facilidade com que se associam os objectos aos utilizadores, sendo essas reservas visíveis de forma instantânea, imaginem, mesmo nas janelas de configuração dos objectos (com a indicação do nome do utilizador);<br /><br />3. o IM (extremamente importante neste tipo de trabalho) não só como "messenger" interno mas como gestor e controlador dos objectos;<br /><br /><br />E outra coisa:<br />00. o gestor de servidores (BIM Server??) muito interessante. Pelo que sei, será uma ferramenta disponibilizada juntamente com o AC<br /><br /><br /><br />E finalmente cotagens mais automáticas no AC. Apesar de não ser muito fã destas ferramentas demasiado automáticas (se não forem possíveis de se personalizar à porteriori), achei curioso. Mas, para piorar, fez-me lembrar as cotagens do ACA/ADT... o que não abona nada como bom :)<br /><br /><br />Como vêem, não é só de coisas menos boas que vive o AC. Foram 2 anos de intenso trabalho para o redesenho do TW2... mas as provas estão à vista!
  • DEF
    DEF
    Não me espanta ter sido o AC13 a inovar nesse campo; por mim poderia ser o Revit (e ficaria muito mais "realizado" profissionalmente se assim fosse), ou o Allplan, ou Vectorworks ou seja quem for...<br /><br />O que mais me espanta é que esta flexibilidade é o que precisamos e pretendemos (os utilizadores) para o workflow de desenvolvimento de trabalho utilizando esta metodologia de trabalho colaborativo só tenha sido implementada agora... pois quando se trabalha com essas ferramentas, e falo neste caso nos Worksets, precisamos de algumas coisas agora demonstradas, não tanto para melhorar os processos, mas se calhar para agilizar e facilitar em algumas situações!<br /><br />A pergunta é:<br />É tão simples perceber que se precisa; porquê só agora?<br /><br />Seja como for, e os entendidos na matéria poderão analisar melhor que eu essa situação, acho que a diferença é muito superior para os utilizadores do AC, pois comparam o TW2 com a versão anterior (TW1), do que para quem trabalha com os Worksets do Revit e comparando com o TW2. Isto porque do pouco que conhecia do TW1, os Worksets eram claramente superiores...
  • ruivenda
    ruivenda
    on 1252659998:
    <br />Seja como for, e os entendidos na matéria poderão analisar melhor que eu essa situação, acho que a diferença é muito superior para os utilizadores do AC, pois comparam o TW2 com a versão anterior (TW1), do que para quem trabalha com os Worksets do Revit e comparando com o TW2. Isto porque do pouco que conhecia do TW1, os Worksets eram claramente superiores...<br />
    <br /><br />Não é bem verdade...<br /><br />Os worksets poucas alterações sofreram desde que o revit foi comprado pela Autodesk e na verdade sempre foram e continuam a ser menos flexiveis que o TW1. O TW2 só aumenta o fosso entre as funcionalidades de ambos os softwares no que ao trabalho colaborativo diz respeito... O TW1 nunca apresentou grandes constragimentos, permitindo inclusive identificar áreas de trabalho (tipo rectângulo de selecção de zonas) onde o revit nunca permitiu isso nem permite. O TW2 elimina essa parte da zona de selecção por utilizador, mas introduz as inovações necessárias para se conseguir trabalhar sobre um mesmo ficheiro em simultâneo como uma verdadeira equipa de projecto, sem que seja obrigatório o constragimento a uma determinada tarefa ou objecto.<br /><br />O porquê de só agora... Essa explicação é mais simples... Só agora porque só agora as ligações de internet são fiáveis e rápidas o suficiente, só agora as redes são mais rápidas ou rápidas o suficiente e fiáveis, porque só agora a realidade de trabalho colaborativo está na ordem do dia, com cada vez mais ateliers a terem várias sucursais e várias filiais e a mandarem trabalho para equipas externas, etc.<br /><br />Além disso a Graphisoft conseguir reduzir o tamanho dos ficheiros o suficiente para que estas opções de trabalho remoto possa funcionar sem entraves. Com o revit essa realidade está mais longe pois os ficheiros ficam muito pesados muito rapidamente devido à gestão das bibliotecas. O Archcicad resolve isso através de uma flexibilização das bibliotecas e por uma gestão centralizada, reduzindo o tamanho dos ficheiros de projecto e reduzindo o tamanho das familias ou objectos utilizados. Sem isso o TW2 seria inutil pois não resolvia as questões de peso dos ficheiros e seu envio pela net...
  • DEF
    DEF
    Do peso, claro que é importante para essas transmissões de informação via internet ou intranet... mas também é verdade que os sincronismos com o modelo principal também levam o seu tempo, pelo que vi! <br /><br />Essas "desculpas" da net ser mais rápida e fiável e que só agora precisamos, não posso concordar com isso, pois a internet pode nem ser necessária; podemos pensar dentro de um gabinete...<br /><br />Relativamente ao peso dos ficheiros, só mesmo se o Revit mudar a política de gestão das bibliotecas... que na minha leitura só tornando-as coo o AC, ou seja, estarem não importadas no projecto mas sim relacionadas, necessitando o envio das mesmas (tipo e-transmite do autocad).
  • ruivenda
    ruivenda
    on 1252669420:
    <br />Essas "desculpas" da net ser mais rápida e fiável e que só agora precisamos, não posso concordar com isso, pois a internet pode nem ser necessária; podemos pensar dentro de um gabinete...<br /><br />Relativamente ao peso dos ficheiros, só mesmo se o Revit mudar a política de gestão das bibliotecas... que na minha leitura só tornando-as coo o AC, ou seja, estarem não importadas no projecto mas sim relacionadas, necessitando o envio das mesmas (tipo e-transmite do autocad).<br />
    <br /><br />Não são desculpas... Ainda há poucos anos atrás eram poucas as pessoas que tinham uma rede em casa. Hoje a tendência inverteu-se. As redes ainda há não muito tempo eram de 10mb agora já podem ser Gigabit. As coisas mudam, as realidades mudam e as necessidades também evoluiem... É apenas uma justificação para o atraso de chegar esta tecnologia. Além claro do peso dos ficheiros e o equivalente tempo de actualização dos ficheiros centralizados.<br /><br />Relativamente ao revit, aqui tens razão. Só uma mudança profunda na gestão das bibliotecas poderá fazer com que a fasquia que agora foi alcançada com o TW2 poderá ser alcançada. Além disso é preciso que as bibliotecas deixem de ter um peso tão grande no projecto.<br /><br />Ainda assim é bom ver que o Archicad ainda dá cartas em algumas matérias o que obriga a que a concorrência não adormeça e faça as coisas acontecer...
  • DEF
    DEF
    Sim, considero este um dos aspectos fulcrais de desenvolvimento dos softwars BIM!
  • Hugo Tavares
    Hugo Tavares
    O Revit 2011 terá algo comparado ao TW2?????? O Workset melhorou?<br />Não vi nada a respeito.
  • fernando_r
    fernando_r
    Os worksets melhoraram nalguns aspectos, ainda não temos worksets sobre WEB mas não faltará muito, de qualquer maneira existe alguma diferença na forma de trabalhar das duas soluções, com vantagens e desvantagens entre si. <br /><br />
Sign In or Register to comment.
© Copyright 2014 - Creative Dreams | Powered by Vanilla
All times are UTC